BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Música, Livros
MSN - kolyak3@hotmail.com

 

   

    Milly
  Patty
  Gui
  Paula
  Ivan
  drika4ever
  loira em fuga
  mar azul
  lhncr
  descobrindo a vida
  eterna menina
  espelho feminino
  laco do infinito
  estatua de la fuente
  juntando pedacinhos
  varias vertentes
  petalas de mulher
  magui
  papiros
  música / keane
  imagem
  releituras


 

 
 

   

   


 
 
Olhar Curioso - Bem que volta à inocência. Bem de ter carinho e delicadeza. Viva o que nos torna o bem maior da Natureza!



Um lugar

 

Aqui tem sempre um lugar onde eu possa sonhar, festejar, chorar.

Tem também onde amar, sofrer, crescer!

Tem um lugarzinho onde eu posso me emocionar com o barulho do mar, sentir a paz num por do sol e ver a lua chegar.

Tudo isso quando eu quero, quando eu preciso!

Tem um porto seguro para eu ancorar, lá em Braços de Quem Me Ama.

Tem uma bússola para me guiar, para quando eu me sentir perdida.

Bem perto de onde chamo de Corações Amigos tem um lugar onde eu sempre acho aconchego, alegria e mantimentos para a próxima viajem.

Lá onde fica Meu lar Querido, é onde melhor sou recebida – e o melhor nem sempre é como eu quero.

Aqui tem um canto chamado Nosso Amor. Grande foi meu encanto quando ali cheguei, pois que não o conhecia! Hoje, é meu canto favorito! Me traz tanta paz e alegria!

E o Litoral!! Ahhhh, lindo!

Tem uma praia maravilhosa, a maior e mais bela, chama-se Meus Caminhos. Adoro andar na areia, sempre olho as pegadas que vão ficando para traz. Claro, tem trechos nela em que tem que se dar uma volta maior ou passar por cima de uma pedra grande. Todo Caminho tem!

Gosto muito de visitar o Interior! Lá tem um monte, subidas e descidas. Mas tem sempre uma linda paisagem como recompensa depois do cansaço da luta.

Aqui se chama Meu Canto. É minha realidade, é onde me encontro. E encontro meus sonhos e fantasias, tristezas e alegrias. Meu mundo! Minha vida!

 

Escrito por koly às 16h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O que se passou aqui dentro.

 

  Começou, bem como um presente! Uma nova amizade, tão logo, tornou-se muito querida.

  Com o tempo, além do carinho, aumentaram a quantidade de palavras e o interesse. Como acontece com qualquer novo amigo! Nada havia de comprometedor! Ainda hoje, não creio que haja.

  Mais tarde, as confissões e confidências. A amizade aumentou. Além do carinho, uma admiração grande, um querer bem, maior ainda.

  Logo mais o desejo de estar perto. O desejo de não desejar estar perto.

  Cautela! Reflexão!

  Quiséramos, nós, conhecermos a existência de um “botãozinho”, para ligarmos e desligarmos os nossos sentimentos.

  Inevitável o desejo do abraço, do carinho, do sorriso!

  Minha solicitude, minha reciprocidade, nossa sintonia, nossa afinidade – esta, tão grande e tão bonita!

  Tudo com tanta calma, tanta naturalidade, tanta beleza.

  E o momento? Será que era este o melhor momento? Se não era, tornou-se!

  Nada há de precipitado, ou de ilusório! Há honestidade, compreensão, liberdade!

  O que sinto agora?

  Um “não sei o que” que me faz tão bem, me faz feliz! Que me faz querer bem! Querer perto!

  Um “não sei o que” que não encontro palavras para descrever. Talvez um “quase amor” - tão bom de se viver!

  Hoje, só tenho o que agradecer! Por que você é sim digno e merecedor do que eu levo aqui dentro! Você inspirou, fez crescer!

  Hoje, o que de tão especial eu sinto, não sinto por você. Sinto com você!

 

  Muito obrigada pelo carinho, pela honestidade, pela inspiração!

  Muito obrigada, principalmente, por me fazer amar e me sentir amada!

Escrito por koly às 09h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 Está todo mundo fazendo, eu também decidi fazer uma homenagem às mulheres. A meu modo, contando (do meu ponto de vista) a história de uma pequena grande mulher.

 Bom hoje é nosso dia, e cá entre nós, homenagem à nós nunca é demais, né!

 

 Apresento-lhes Maria, minha Maria:

 Em 1956 encarnou neste mundo um Espírito grandioso. Cheio de conflitos, como todos nós, porém belíssimo! Nasce uma menina, fruto de um casamento arranjado e infeliz. A mais nova de 6 irmãos, e seria a irmã mais velha de outros 9.

 Quando criança não foi criança, aos 9 anos passou a trabalhar em “casa de família”. Viu irmãos que não “vingaram”, irmãs virarem mulheres ainda meninas.

 Batalhadora, saiu de casa adolescente. Saiu da roça, foi para a cidade. Queria ter o que era seu, estudar, se vestir (odiava vestidos de “chita”), namorar. Seus desejos e batalhas lhe renderam anos sem que seu pai (homem bom, abençoado, porém “matuto”) lhe fitasse os olhos ou lhe dirigisse a palavra! Mas foi persistente! Fez pirraça para o destino que antes lhe assombrava!

  Cresceu, trabalhou, errou. Nunca foi capaz de desejar um tombo a outrem. Tudo o que adquiriu para si dividiu com o outro. Ofereceu o que tinha e o que não tinha. Ofereceu até seu coração! Iludiu-se.

  Foi mãe! Amadureceu ainda mais. Batalhou mais (aliás, é o que eu acho que ela fez a vida inteira, e ainda faz!). Educou.

  Ofereceu seu coração!

  Foi mãe! Viu do seu ventre nascer uma vida, e viu essa vida padecer. Amadureceu!

  Foi mãe! Educou, deu todo o amor que cabia em si, e continua a dar!

  Viu sonhos realizados. Viu sonhos se desfazerem depois de prontos. Sempre foi alvo de muito amor e respeito, e também de muita inveja. Sofreu tantas dores. Foi magoada! Guarda em si um amor tão grande pelo próximo!

  Cheia de virtudes! Impecável em sua dignidade! Não sei se conhece o sentimento chamado orgulho, creio que não.

  Traz dentro de si uma tristeza tão grande, uma angústia, um grande medo da solidão! Aceita os golpes que a Vida lhe dá com resignação. Sempre está a correr atrás do melhor para sua família! Isso me impressiona e me entristece. Sempre o melhor para o outro, quase nunca para si mesma!

  Agradeço tudo o que essa MULHER me ensinou até hoje! Todo o seu amor dedicado e desinteressado! E sinto não ser digna desse amor! Por, até hoje, não compreender tamanha dedicação. Por que por diversas vezes negligenciei suas virtudes e, ainda hoje, não dou o valor merecido aos seus sentimentos!

 

 

 Escrevi essa história por muito admirar e amar a Mulher aqui citada. Por saber que muitas dessas “Marias” existem pelo mundo afora! Com as mesmas batalhas, diferentes aflições, porém com a mesma garra, dignidade e amor que a minha Maria.

 

 Parabéns a nós, Marias!



Escrito por koly às 18h45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

Sorridente.

Rodeado de beleza, de bom perfume, de alegria!

Simples, forte e de alma grandiosa.

Que dos momentos difíceis guardemos a beleza do aprendizado. Bem como a flor brota num caule de folhas ásperas.

Arranquemos sorrisos.

Despertemos emoções nos grandes e pequenos corações.

Sejamos como girassóis perante os olhos e os corações daqueles que nos rodeiam, e que tanto amamos!

Sejamos motivos de lindas lembranças.

Tragamos felicidade com um simples olhar!

Tranqüilizemos as aflições!

Inspiremos bons e lindos sentimentos.

Sejamos assim, em nossa vivência na Terra e diante de todas as situações da vida.

Como girassóis!

 

 

 Não conheço todas as flores do mundo, mas dentre aquelas que os meus olhos já alcançaram não existe outra que desperte tanta beleza dentro, em mim.

 

 

Agradeço muito o carinho de todos que por aqui passam!

Deixo-lhes com um grande e carinhoso abraço na alma!

 



Escrito por koly às 18h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Palavras.

  Hora me fazem certo mau, hora não poderia haver nada melhor. Por vezes me arrancam gargalhadas, outras fazem correr no meu rosto lágrimas.

  Mas são somente palavras!

  Então porque dispunham de tanto poder?!

  Não deveriam causar-me tantas emoções, posto que são apenas palavras! No entanto, causam!

  Depois de um tempo, as sensações que foram causadas por aquelas palavras passam. Dali a um ano, um mês, uma semana a lembrança traria à tona tais palavras. E eu experimentaria novamente as mesmas sensações de antes. Estas o tempo não apaga.

  Porque palavras se transformam em flores e em armas. E tocam quem as ouve e quem as dita. E nós temos o péssimo costume de falar e depois pensar no que foi dito.

  Nossas palavras, bem como nossos pensamentos, não devem ser jogadas ao vento, pois ele as levará de encontro ao coração de outrem. Portanto, se me trouxeres palavras, quero que sejam verdadeiras. Independente de quais emoções irão me trazer, que sejam verdadeiras! Se ditas por impulso não nos trará bons frutos, ainda que, momentaneamente, nos tragam um sorriso.

 Palavras são traduções. Traduções de um desejo, um sentimento, uma emoção!

 

Estou voltando aos poucos, desculpem-me pela ausência.

Um beijo grande no coração de cada um!

 

 



Escrito por koly às 08h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




acordei com vontade de SENTIR


Sentir uma pétala de margarida acariciando minha pele;

Sentir uma brisa quente tocando meu rosto num fim de uma tarde de verão;

Sentir a mesma alegria que uma criança sente ao ver um arco-íris no céu;

Sentir a paz de ver o sorriso de um rosto querido;

Sentir a emoção de um abraço amigo; 

Sentir o aconchego de um colo quentinho;

Sentir o sabor de um beijo sincero;

Sentir a chuva cair devagar no meu corpo;

Sentir dor na barriga depois de muitas gargalhadas;

Sentir a tranqüilidade da conversa jogada fora com os amigos numa mesa de bar;

Sentir o alívio de uma boa massagem;

Sentir a exaustão gostosa depois de uma noite de amor;

Sentir o que se sente ao, depois da briga, fazer as pazes com o amigo, namorado, mãe, pai, irmão;

Sentir o reconhecimento do trabalho bem feito;

Sentir o bem estar de estar simplesmente bela;

Sentir a força do aperto de mão bem dado;

Sentir o friozinho na barriga ao ver aquela paixão do presente, futuro ou passado;

Me sentir capaz de acabar com a dor de alguém que amo, poder dar colo, dar carinho, fazer brilhar seu sorriso e aquietar seu coração e jamais faze-lo sofrer!

Sentir a imensa felicidade de rever o rosto de um amado amigo que o tempo e a distância deixaram na adolescência ou na infância, mas que a lembrança e o coração o trazem bem guardado; (Essa é uma linda sensação);

 

Apenas sentir!!

Perceber o que há de simples e belo na vida!! Compartilhar todos esses “sentir”!!
Ser feliz e fazer feliz aqueles que estão à minha volta!!

Apenas sentir!! Apenas viver!! Apenas ser!!

 

Peço desculpas pela demora a postar por aqui! O tempo tem me escapado entre os dedos. Mas sempre que puder estarei retribuindo o carinho e a atenção dispensados por aqui!! Grande beijo nos seus corações!!

 

Ivan, meu anjo, você é tão especial para mim! Alguém para quem meu coração reservou um lugar muito especial aqui dentro! Você não precisaria chegar ao sol, pois sempre agradeci a Deus por ter, em minha vida, a luz de pessoas como você!!

 



Escrito por koly às 16h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




OITO BONS PRESENTES QUE NÃO CUSTAM UM CENTAVO!!

 

 

O PRESENTE ESCUTAR...
Mas você deve realmente escutar. Sem interrupção, sem distração, sem planejar sua resposta. Apenas escutar.

O PRESENTE AFEIÇÃO...
Seja generoso com abraços, beijos, tapinhas nas costas e aperto de mãos. Deixe estas pequenas ações demonstrarem o amor que você tem por família e amigos.

O PRESENTE SORRISO...
Junte alguns desenhos. Compartilhe artigos e histórias engraçadas. Seu presente será dizer, "Eu adoro rir com você."

O PRESENTE BILHETINHO...
Pode ser um simples bilhete de "Muito obrigado por sua ajuda" ou um soneto completo. Um breve bilhete escrito à mão pode ser lembrado pelo resto da vida, e pode mesmo mudar uma vida.

O PRESENTE ELOGIO...
Um simples e sincero, "Você ficou muito bem de vermelho", "Você fez um super trabalho" ou "Que comida maravilhosa" faz o dia de alguém.

O PRESENTE FAVOR...
Todo dia, faça algo amável.

O PRESENTE SOLIDÃO...
Tem momentos em que nós não queremos nada mais do que ficar sozinhos. Seja sensível à esses momentos e dê o presente da solidão ao outro.

O PRESENTE DISPOSIÇÃO...
A maneira mais fácil de sentir-se bem é colocar-se à disposição de alguém, e isso não é difícil de ser feito.

Desconheço o autor.

 

 

 ********************************

 

   Para praticarmos a caridade, tão adimirada e tão bela, é necessário que comecemos com nós mesmos e com aqueles que estão à nossa volta.

 O que dizer da vida se conseguissemos nos dar estes PRESENTES e presentear, com eles, os que amamos?

 Simplesmente maravilhosa!!

  Amor é respeito, por ser assim é o maior ato de caridade que se é possível praticar!!

  Ame, família, amigos, estranhos, o padeiro, o cachorro, o rio, o vento, o companheiro (a), a árvore... a indiscutível sensação de estar vivo!! A vida!!

 

UM LINDO E MARAVILHOSO FIM DE SEMANA A TODOS

 

Ivan, meu amigo, estou tentando cuidar bem desta página. Mas vou me esforçar mais!!

Saudades anjo!

 

 

A todos que estiveram por aqui e andan passeando seus olhos por estas palavras, obrigada!

Um gigantesco beijo em seus corações!!

 



Escrito por koly às 17h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Crescendo

 

Nesta última semana pensei muito nas passagens da minha vida. Minha infância; meu pé de cacau no jardim de casa; meus passeios na beira do mar; a separação dos meus pais e sua reconciliação; minha época de escola - quando eu era uma menina “marrenta” usando calças largas, jogando handball no time da escola, apaixonada por rock e Backstreet Boys..(todo mundo tem uma mancha no passado..he he he), mas que no fundo só queria entender o que estava fazendo no mundo.

Bom o tempo passou. Aqui estou eu: menina tímida, mulher irônica, vezes calada, vezes matraca e observando que o mundo está cada vez mais belo!

A verdade é que o mundo não ganhou novas cores, eu aprendi a enxergá-las com mais nitidez, com mais clareza. Começando a ver onde eu me encaixo por aqui.

O mundo fica assim, mais belo, quando começamos a perder nossos medos. O incrível é que quase tudo em nossas vidas é regido por eles – nossos medos.

Desde criança aprendemos a temer. Temer o amor, a reprovação, a crítica, o belo, as pessoas com quem convivemos, as amizades que faremos, as paixões que escolheremos futuramente. Por isso nos fechamos num casulo, numa armadura feita de ilusões, aparências e tentativas de auto-afirmação perante a sociedade em que vivemos. Não culpo a nossa criação por isso. Somos nós quem escolhemos que postura tomar.

É difícil conseguir nos desvencilhar de nossos medos e máscaras, eu que o diga... rsrsrs.

Porém, por sermos, antes de humanos, espíritos temos um objetivo maior: evoluir!! Vencendo medos, errando, aprendendo, superando...!!

Dar valor às coisas simples (por isso mesmo realmente belas) da vida e agradecer todas as manhãs por um novo dia, uma nova oportunidade é uma forma simples de começar o caminho.

Talvez minhas saudades me sirvam para isso. Para eu perceber o quanto era bom e o quanto cresci! Se assim foi minha infância, imagine o que está por vir!!

As minhas saudades talvez me sirvam para ver que os erros e as quedas vão acontecer sempre, e que a minha “bagagem” me ajudará a superá-los.

“ Ser o que somos e vir a ser o que somos capazes de ser é o maior objetivo da vida! ” Disse Spinozza. Quem sou eu para contrariar?!

 

Nessa semana recebi alguns puxões de orelha do Ivan por demorar para atualizar o blog!! Quero pedir desculpas pela demora e por não conseguir responder seus comentários mais rapidamente.

Para me redimir estabeleci um dia certo para cuidar melhor dessa página! A todos muito obrigada pela atenção e pelo carinho dispensados por aqui! Muito obrigada

 

 



Escrito por koly às 18h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Chegando ao mundo

 Dêem-me as boas vindas!!

 Depois de alguma insistência de um grande novo amigo, resolvi que poderia, sim, entrar para este mundo tão cheio de particularidades - o mundo dos blogueiros.

 Bom, para que não me achem folgada demais, melhor eu me apresentar. Depois de saberem e talvez não entenderem, quem sou me avisem se gostaram!! heheheh

 

 Meu nome é ANNIKOLY AQUINO DOS SANTOS ( conhecida como Koly, é como prefiro ser chamada). Acharam estranho?? Eu também acho, mas o adoro, e odeio que o escrevam errado. Bom, a única culpa que minha mãe teve nisso foi o devaneio de deixar que uma menina de 10 anos batizasse suas irmãs mais novas. Hehehe

 Tenho 20 anos e a sensação de que ainda a tanto o que fazer, o que viver.

 Grande parte das minhas idéias, ideais e consciência vieram com o conhecimento da Doutrina Espírita. Devido a seu estudo, hoje, melhorei muito minha posição diante do mundo. Minhas outras melhoras são decorrentes da minha vivência e do convívio com aqueles que estão ao meu lado.

 Sou baiana um tanto arretada, um tanto preguiçosa e sempre de bem com a vida (ao menos é o que o sorriso no meu rosto diz). Não vim para SP em busca de dinheiro, melhora ou trabalho. Apenas fui trazida, se não pelos meus pais, pela vida. Nas minhas malas vieram mágoas, saudades, raiva e intolerância. Sentimentos que me seguiram por muitos anos da infância e adolescência. Ao contrário do esperado, eles me trouxeram quietude e não revolta. Sou do tipo que “implode” e nunca “explode”.
 Sempre utilizei o ato de escrever para relaxar e conter as lágrimas, mas sempre joguei o que escrevia fora. Hoje, já que os motivos que me levam a escrever são outros, não tem porque ir ao lixo o que saiu da minha mente.
Mudo de idéia a cada instante! Já olhei tanto o "rabo alheio" sem primeiro olhar o meu próprio, e a verdade sempre me caiu na testa.Hoje, procuro mais mudanças e melhoras. Afinal, se até o corpo humano é adaptável, por que não posso assumir uma postura de "metamorfose ambulante"?? É assim que sou! Afinal, o mundo muda! As pessoas crescem e evoluem, e a nossa tendência (sem exceção de ser) é sempre melhorar! Pode ser que demore, mas eu melhoro um dia.

 Certo dia um amigo disse-me, que todos nós “nascemos errado” e que agora só nos restava deixar a vida seguir seu rumo (com ou sem a nossa interferência). Está bem!! Se assim fosse, certamente eu não teria paciência para viver. De que adiantariam os meus tropeços, minhas descobertas, minha curiosidade, se deles nada eu aproveitaria?!

 Bom, a minha vida nada tem de extremamente interessante ou divertida. Dentro das minhas limitações, vai dando para se viver.
 Acredite, se um dia eu resolver mudar para pior é porque nunca apreendi o que me foi dado de melhor. E a culpa não é de terceiros. Como diz um amigo meu: “a responsabilidade dos nossos atos, felicidades e melancolias é intransferível!!”


 Viver, e aprender, é o que eu quero e o que eu vim fazer por esses lados!!  A vida é linda!! Deixemos então que o seu perfume penetre em nossos pulmões!!Me permitir, sentir, ser feliz apenas porque sou humana, e eu mereço! heheheh

  Pronto meu querido Ivan. Para matar minha curiosidade e saciar sua vontade, entrei para o mundo dos Blogueiros!!! rsrsrs

 

                                          





Escrito por koly às 16h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]